Baixe agora nosso aplicativo e solicite serviços sempre que precisar.
Clique aqui e faça o download
Dengue: Mutirão de enfrentamento ao mosquito transmissor da doença   começa pelo Castelo Branco Publicado em: 08/02/2024

Dengue: Mutirão de enfrentamento ao mosquito transmissor da doença começa pelo Castelo Branco

Todos os bairros serão atendidos e cerca de 150 servidores municipais integram a força-tarefa para ajudar aos moradores a eliminar focos do Aedes Aegypti na cidade.

Compartilhar

A Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, deu início, nesta quarta-feira (7/02), aos mutirões de combate à dengue na cidade. O primeiro bairro a receber a equipe, formada por agentes de endemias e funcionários do setor de limpeza do Município, foi o Castelo Branco.

 

A importância da atitude de cada cidadão

“Em função do aumento dos casos de dengue neste início de 2024, decidimos unir os servidores - agentes de endemias e funcionários da limpeza pública - que já estavam trabalhando separadamente. Unidas, as duas equipes trarão um resultado mais eficiente, já que neste período chuvoso o mosquito vem se reproduzindo rapidamente. Com esse mutirão e com cada morador exercendo seu papel de cidadão de cuidar dos seus quintais, vamos reduzir ao mínimo os casos de dengue”, disse o secretário de Saúde de Catalão, Velomar Rios, que esteve presente no lançamento do Mutirão.

 

Fumacê costal

Além do mutirão deflagrado esta semana pela Secretaria Municipal de Saúde, outras ações de combate estão sendo feitas desde o início do período chuvoso. “Assim que localizamos focos do mosquito, em qualquer bairro da cidade, enviamos nossas equipes para fazer o bloqueio, utilizando o fumacê costal”, disse o gerente de endemias, Giovane Franco.

 

Números alertam

O número de casos de pessoas contaminadas com dengue vem crescendo bastante, mas a cidade ainda não vive uma epidemia da doença. Só no primeiro fim de semana de fevereiro, deste ano foram notificados 100 casos de dengue. Os números das primeiras semanas de 2024 servem de alerta. Só em janeiro e na primeira semana de fevereiro foram 310 casos de dengue confirmados. Em todo ano de 2023 foram confirmados 472 casos de dengue e 6 casos de chikungunya.

 

Além de cuidar dos quintais, os moradores podem contribuir com o combate ao mosquito usando o aplicativo Catalão na Palma da Mão. Por meio do aplicativo, a pessoa pode informar, às autoridades, a localização de terrenos que ameaçam a saúde pública. Outro canal de comunicação que está à disposição dos moradores é o Disque-Dengue: (64) 3442-5449.

 

O número de mortes causadas por dengue no Brasil em 2024 chegou a 36 nesta segunda-feira (5/02).

 

Catalão, cidade que Sonha e Faz!

SECOM - Prefeitura de Catalão


Notícias Relacionadas

Copyright © 2017 Prefeitura Municipal de Catalão. Todos os Direitos Reservados.

Nosso site pode utilizar cookies e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência ao navegar, bem como providenciar alguns recursos essenciais. Ao continuar acessando, você concorda com a nossa Política de Privacidade, Termos de Uso e Cookies.